domingo, 26 de dezembro de 2010

Passagem de Ano

Espero que o vosso Natal tenha corrido bem, e que o Pai natal vos tenha trazido aquilo que pediram.
Peço desculpa por não ter vindo colocar o post da praxe a desejar bom Natal, mas não tive paciência.
Espero que entrem em 2011 com os 2 pés, com uma nota de 500€ na mão, e com a roupa interior da cor do que querem para 2011.

Seguem os meus desejos para 2011:
  1. Terminar o 1º ano com sucesso;
  2. Manter o actual emprego ou se possível abraçar um projecto novo;
  3. Fortalecer os laços com todos os que me rodeiam;
  4. Fazer uma viagem;
  5. Arranjar tempo para me conseguir coçar;
  6. Melhorar o meu feitio;
  7. Terminar (finalmente) a carta de condução;
  8. Fazer a tão ansiada tatuagem;
Que o melhor de 2010, seja o pior de 2011!

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Faculdade

Diz que hoje é o último dia de aulas deste ano, amanhã começam (pelo menos para mim) as tão desejadas férias de Natal. Hoje ainda é dia de exame de Psicologia, mas nada de novo. Segunda começa a preparação para as frequencias do 1º Semestre (pelo menos para mim).

Amanha, toca a partir tudo no Bairro. Temos que comemorar os 497º aniversário, e fazer o 2º jantar "Tertúlia e Xis-mas" xD

Can you?

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Citações

"Love me, and I will yield you"

Ever thine.
Ever mine.
Ever ours.

Amo-te@

domingo, 14 de novembro de 2010

Mãe Natureza


Muitos de vós já não se devem de lembrar deste desastre. Eu não lembrava.
Ao ver estas imagens uma coisa é certa: é arrepiante o poder destruidor e criador da Natureza.

É bom que os líderes deste mundo se comecem a aperceber que o planeta já têm um dono e senhor: a Mãe Natureza.

Criadora de Vida, e Destruidora e sinónimo de Morte.

Give Nature A Chance!

LTB is studying. Xiuuuu!


Este é o meu aspecto quando estou a estudar. Ar de pânico (mas isso é só com números), capuccino á frente, secretária toda dessarrumada e folhas, folhas e folhas.

Bem, Introdução á Gestão, Introdução ao Direito, Psicologia e Análise e Tratamento de Dados já estão. Falta o mais temido de todos: Matemáticas Gerais. Enfim, vou estudar mais um bocadinho, daqui a pouco adormeço em cima da papelada, sim que hoje levantei-me cedo pa ir pá faculdade fazer o teste de ATD. Vamos a ver...

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Can we pretend?



"Can we pretend that airplanes in the night sky are
like shooting stars
I could really use a wish right now, a wish right
now, a wish right now
Can we pretend that airplanes in the night sky are
like shooting stars
I could really use a wish right now, a wish right
now, a wish right now"

Tou viciado nesta música...
O meu desejo é que os 2 testes que se avizinham corram bem. Estatística e Matemática, here I go!

sábado, 6 de novembro de 2010

As pessoas desiludem.


As pessoas desiludem.

Tenho um colega, que simultaneamente o é de trabalho e de curso, e antes de começarmos as aulas, veio ter comigo com um grande discurso em como as pessoas nos podem lixar e tal, e que já nos conhecemos e que nos devemos de entreajudar. Ao mesmo tempo, fui também avisado que ele age por interesse e aproxima-se das pessoas e não tem pudor nenhum em espetar facas nas costas.
Pois bem, começámos as aulas, e como era esperado só fala comigo quando lhe sou útil porque de resto anda com um grupo de pessoas que a mim não me chamam.

Por outro lado, um dos meus melhores amigos, diz que anda triste comigo, porque supostamente cometei algo que lhe chegou aos ouvidos e que não o agradou. A questão principal é: pega e vem falar comigo. Se for o que estou a pensar, o que posso ter comentado com outros terá sido soft comparado o que eu te disse.

Não obstante, na quinta-feira, a minha turma/curso foi elogiado/a por outra turma, em como somos todos tão unidos e tão amigos, e partilhamos algo mais do que um interesse em comum: terminar o curso.

Pois é.

As pessoas desiludem, mas há outras que nos surpreendem.

GRH - ULL! Melhor curso. Melhor turma. Melhores pessoas (algumas). Amizades. Stress. Carinho. Brincadeira. União. Somos Lusos! E com ORGULHO em sê-lo!

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Pessoa



"Conquistamos todo o mundo antes de nos levantar da cama

Mas acordamos e ele é opaco,
Levantamo-nos e ele é alheio,
Saímos de casa e ele é a terra inteira,
Mais o sistema solar e a Via Láctea e o Indefinido."

Fernando Pessoa

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

...



Por este lado mal se tem tempo para coçar e para respirar.


No trabalho começa a campanha de Natal a bombar, e o tempo começa a ser escasso.

Na faculdade, começam os testes, começam as horas de estudo sem parar, passar os apontamentos a limpo, rever mil e uma questões, fazer testes do ano passado, tirar dúvidas com os profs e com os colegas.

No namoro, depois de uma fase com alguns atritos, ficou tudo esclarecido e as falhas começam a ser resolvidas.

Sinto-me preenchido. Sem tempo. Mas preenchido e feliz.

Ontem recebi um grande elogio da grande senhora que é a minha avó.

"Não te via há 2 semanas filho, mas estás com tão boa cara! Nota-se que tás feliz e transmites isso, vê-se na tua cara que estás a gostar do curso e da universidade, e até tás mais giro!"

Kisses & Hugz
Little Tiago Boy

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Resistance




Love is our Resistance.

domingo, 17 de outubro de 2010

Muse - Neutron Star Collision (Love is Forever)





"Now I've got nothing left to lose You take your time to choose
I can tell you now without a trace of fear

That my love will be forever
And we'll die we'll die together
Lie, I will never
'Cause our love will be forever "

Besides all of it. My love for you will be forever.

Sempre teu.
Sempre meu.
Sempre nosso.

sábado, 9 de outubro de 2010

Waiting for the End


Aqui está o novo single, extraído do último álbum dos meus meninos. "Waiting for the End" junta-se assim a "The Catalyst" na promoção de "A Thousand Suns". Abaixo, deixo-vos uma crítica/elogio ao último álbum, bem como á carreira dos Linkin Park. O texto não é meu, o original, foi publicado no blog de Mike Shinoda e é da autoria de Jordy Kasko.

"É engraçado como funciona o negócio da música. Lançar um álbum de estreia surpreendente, e é geralmente reconhecido como tal pelos críticos e leigos, ajuda a estabelecer um padrão novo gênero, é repetido por muitos anos, e ajuda a banda na construção de uma base de fãs enorme.

Depois disso é quando as coisas ficam estranhas. Se a banda em questão não resolve variar a sua fórmula, faz a música medíocre, que mantém muitos dos elementos do seu material original, e joga pelo seguro, seus fãs continuam apoiando eles e as críticas não são muito duras. No entanto, se a banda percebe que para ter um impacto real e duradouro sobre o mundo eles precisam ser ser líquidos, com vencimento a cada álbum, mudando o seu som, explorando um novo território, eles são caluniados pelos antigos “fãs” e críticos. Eles são desprezados por toda a internet, ignorados e/ou estripados pelos ouvintes de música elitista, e seus esforços em ir ao limite, em maduras músicas diferentes são ridicularizados, se é ou não justificada a farsa. E em muitos casos, não é.

Linkin Park é um perfeito exemplo desse fenômeno. Embora eles certamente nunca foram queridinhos da crítica, sua estréia com Hybrid Theory 2000 iniciou a década com uma exposição enorme: nu-metal pode gerar uma boa música. Rap e rock não tem de se enfrentarem – podem ser fundidos se você tiver um maçarico bem quente. Meteora, de 2003, riu na cara da crise do “segundo ano”, afirmando veementemente que a música alta do rock moderno poderia ser boa, e instituindo o Linkin Park como uma das mais importantes e maiores bandas da década.

Neste ponto, Bennington, Shinoda e Cia. poderiam ter lançado álbuns de rap/rock/metal até o fim dos tempos e, lentamente, cairiam no esquecimento como apenas outra banda de rock ultra-popular de rádio. Mas não. Eles se recusaram a fazer isso. Eles cresceram, liricamente e musicalmente, tendo quatro anos para fazer Minutes to Midnight (2007). E depois a parte engraçada do negócio da música bateu-lhes como um aríete. Ao invés de alegria, inúmeras pessoas ignorantes ignoraram as lindas letras políticas (“Hands Held High”, “No More Sorrow”), as explorações épicas da paisagem sonora (“The Little Things Give You Away”), o percurso ligeiramente experimental (coro – menos “Dia dos Namorados”, o crescendo de “In Pieces”), e as lembranças cativantes, como “fuck” de seus “eus” mais jovens (“Given Up”, “Bleed It Out”). Talvez essas pessoas não mais cresceram como Linkin Park fez, e ficaram presos em sua angústia adolescente ou raiva masculina. Talvez eles quisessem música divertida, ao invés de uma boa música. Talvez eles fizeram suposições e expectativas estabelecidas em vez de abrir suas mentes para um novo som. Seja qual for o caso, Minutes to Midnight foi muito subestimado, visto que foi um dos melhores álbuns de rock dos anos 00.

A verdade é que o Linkin Park foi uma banda de hard rock. Se você fosse um adolescente, adulto jovem, ou, simplesmente, em contato com suas emoções no início da década de 00, eles falaram diretamente com você. Mas eles já não são aquela banda. Em vez disso, eles amadureceram, experimentaram, e mudaram. Eles decidiram que os 2,5 álbuns sobre a raiva, alienação e angústia bastavam. Eles se mudaram para o que realmente importa neste mundo – pobreza, guerra, responsabilidade, vida, morte, desigualdade… e é aí que A Thousand Suns, de 2010, a quarta longa-metragem do Linkin Park, chega.

Em primeiro lugar (sim, eu sei que seria estranho para finalmente começar a falar sobre o álbum em si. Está muito longe em uma revisão), Linkin Park tem uma obsessão com o apocalíptico. O título Minutes to Midnight em si foi uma referência ao “Doomsday Clock”, uma invenção dos cientistas que tentam prever quando uma catástrofe nuclear irá eliminar todos nós. O álbum, porém, apenas parcialmente é jus ao seu título, e esse vazio é preenchido por A Thousand Suns. É um álbum conceitual sobre a guerra nuclear e Deus Todo-Poderoso – é muito apocalíptico, tanto musicalmente como liricamente. Nunca houve, e provavelmente nunca haverá, um álbum assim, que tão exatamente representa a destruição (potencial) da Terra pela humanidade e pela ciência.

Em segundo lugar, A Thousand Suns é um ÁLBUM. Não é uma coleção de canções. Não é para ser escutado assim. A banda está indo tão longe a ponto de lançar uma versão do iTunes que é uma única faixa com 47 minutos e 56 segundos de duração. Isso não é mais um álbum “pelos padrões convencionais de Dark Side of the Moon ou Kid A é. Claro, há músicas de identificação, mas para compreender ou apreciar qualquer um deles você deve tomá-los no contexto de todo o álbum. Para representar este ponto, das 15 faixas de A Thousand Suns, apenas nove deles são “canções” completas. As outras 6 são faixas com vários temas recorrentes. A faixa de abertura, “The Requiem”, é isso: a solidão, tema piano em menor repete-se; uma mulher canta letras que aparecem mais tarde na épica “The Catalyst” (“Deus salve-nos, todos / Vamos queimar sob o fogo de mil sóis”) e transforma-se em uma voz assustadora, como a robótica voz de Martin Luther King Jr. será durante um discurso mostrado na realização da surpreendente “Wisdom, Justice, and Love.”. “The Radiance” estabelece um outro motivo:os discursos. São samples do famoso discurso “Destroyer of Worlds” de Oppenheimer – sobre os sons industriais e um batimento cardíaco rápido. Mais tarde, Mário Sávio e Marthin Luter King Jr. farão discursos ainda mais ameaçadores.

A primeira “canção” atual é “Burning in the Skies”, uma peça melódica com batida que lembra “Shadow of the Day”, de Minutes To Midnight. Descrevendo a morte de inocentes, como o combustível para a guerra, não pode ser uma parte melhor de A Thousand Suns, mas dá o tom tão eficaz quanto as duas pistas da introdução. Seus maneirismos musical também recorrerem a “Robot Boy”, que estripa aqueles que pensam que “a compaixão é uma falha”, ou são demasiados centrada sobre si; sobre “Iridescent”, cuja letra detalha uma espécie de celestial transcendência na sequência da destruição nuclear (” uma explosão de luz que cega todos os anjos “). É talvez o momento mais emocionante de um álbum que é sublimarmente pessoal, ao mesmo tempo que é abrangente.

Esses são os momentos de inspiração do rock alternativo. Mas o que dizer do rock? Linkin Park só não seria Linkin Park se não deixassem tudo solto ocasionalmente. E eles o fazem. “When They Come For Me” apresenta a melhor percussão do ano ao fundo para o rap-ragga ao estilo Shinoda e um refrão épico sem palavras. E justamente quando a música não poderia ficar melhor, ele a faz: após um curto intervalo, seus últimos 35 segundos usam um recurso de estilo Oriente Médio no vocal que ecoam o coro na música. Ela é facilmente uma das melhores faixas do ano, tal como está “Wretches and Kings”. Esta última começa com o famoso Mario Savio discursando “Corpos em cima das Máquinas”, e segue perfeito em guitarras dissonantes e um ruído calamitoso que apresenta o melhor refrão que Chester já escreveu ou cantou (“Nós, os animais, iremos tomar o controle / ouçam-nos agora, claro e alto / miseráveis e reis, viemos para você”). Linkin Park vai além até de Rage Against the Machine em nosso traseiro, com a consumação de nu-metal inspirado do Nine Inch Nails e Hybrid Theory. E no final, é nas pequenas coisas que fazem um álbum, e os toms que anunciam a vinda da ponte de “miseráveis e Kings” uma fonte dessas pequenas coisas.

E para aqueles que esperam o grito de Chester, há mesmo algo para vocês: “Blackout”. Abertura com tambores e sintetizadores em loop, a música não surge como um vilão num filme de terror, mas foge para cima de você. Em torno de um minuto, entra uma percussão requintada para compensar o que poderia ser melhor performance Chester até hoje. Quando ele grita “foda-se, você está ouvindo?”, É melhor você estar ouvindo. As guitarras podem estar faltando, mas isso é mais hardcore da história do Linkin Park. Porque é real.

Falando do real, as duas últimas faixas de A Thousand Suns valem a pena comentar antes de terminar esta análise e deixá-lo decidir por si mesmo se Linkin Park criou ou não um dos melhores álbuns de rock da história. “The Catalyst” é um épico somatório com chorusless das últimas 13 faixas, combinando tudo em um grande finale. E então há “The Messenger”. Como a primeira e última faixas de “Animals”, do Pink Floyd, A Thousand Suns apresenta a declaração de encerramento com uma guitarra acústica solitária, alguns arranjos escassos de cordas, e Chester. Trata-se de ser otimista ainda que desolado, triste ainda que bonita. É a mensagem de redenção, trazidos a nós por esses mensageiros maravilhosos, que pode salvar a humanidade da destruição por “mil sóis”. “Quando a vida nos deixa cego, o amor nos mantém bons.” Nunca houve uma simples e mais verdadeira afirmação para fechar um álbum.

Estou bem ciente de que muitos ouvintes não irão partilhar a minha opinião sobre este álbum. O mesmo já recebeu críticas bastante inquietantemente pobres (podemos realmente confinar naqueles críticos, se eles não puderem ver geniosidade neste álbum?) E foi atacado por nomes de tela aleatória por toda a internet (eu fiz um monte de investigação antes de me sentar para escrever este review)… e de alguma forma, a MTV (phaugh) decidiu chamá-lo de “Kid A Linkin Park,” mesmo que não tivessem escutador Kid A, se eles fossem forçados a isso. Isso não é Kid A. Não é Pink Floyd. A Thousand Suns é um gênero completamente diferente, mas estão explorando esse gênero como as bandas anteriores deles exploraram. É uma jornada épica, uma força verdadeiramente apocalíptica da natureza, um álbum que não precisa ser classificadas por “canções” ou “singles” ou “vendas” … em outras palavras, é a verdadeira arte. E é um inferno de um álbum."

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Depois de 3 horas de estudo, bora lá relaxar um pouco...

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Muse - Undisclosed Desires



I know you suffered
But I don't want you to hide
It's cold and loveless
I won't let you be denied

Soothe me
I'll make you feel pure
Trust me
You can be sure

I want to reconcile the violence in your heart
I want to recognize your beauty is not just a mask
I want to exorcise the demons from your past
I want to satisfy the undisclosed desires in your heart

You trick your lovers that you're wicked and divine
You may be a sinner
But your innocence is mine

Please me
Show me how it's done
Tease me
You are the one

I want to reconcile the violence in your heart
I want to recognize your beauty is not just a mask
I want to exorcise the demons from your past
I want to satisfy the undisclosed desires in your heart

Please me
Show me how it's done
Trust me
You are the one

I want to reconcile the violence in your heart
I want to recognize your beauty is not just a mask
I want to exorcise the demons from your past
I want to satisfy the undisclosed desires in your heart

Dizem, e eu concordo, que esta música é a minha cara...

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Dedicatórias




Eis que no meu postal de "Parabéns", vem a seguinte mensagem:

"Parabéns!!!
É uma nova etapa
Da nossa vida, sinalizada pelo teu aniversário.
As tuas conquistas são as minhas conquistas.
E as tuas derrotas também.
Até ao fim.
Amo-te acima de tudo"

Ando desde sexta-feira com um sorriso estúpido na cara por causa disto...

Ever thine.
Ever mine.

Ever ours.


(Como eu disse á Y. quando lhe contei a nossa história: "Um amo-te sussurrado baixinho para ninguém o ouvir, e ninguém o roubar")

domingo, 26 de setembro de 2010

Comemoração dos 22.




Na sexta-feira, reuni um pequeno grupo de amigos para jantar, com o intuito de comemorar os meus 22 aninhos.

Depois da bela da janta, nada melhor que uma voltinha pelo bairro, para continuar a abastecer de álcool e desmoer o jantar :p

Pois é! E eis que o sr. meu marido, pede o shot, que nos pôs a todos a ver estrelas de tão forte que era...

De seguida, seguimos para o T onde terminámos a noite.

Foi muito giro. Eu gostei. Esteve quem eu queria ao pé de mim, e de quem não foi, só uma pessoa me fez falta. O resto é cagativo.

Obrigado a todos os que me deram os parabéns pelo blog ;)

Amanha já volto ao trabalho, sim que as férias terminam sempre quando menos queremos! E juntamente a isso, a faculdade tá a bombar, peço desculpa desde já, caso não actualize isto ;)

terça-feira, 21 de setembro de 2010

22


22


Na quarta-feira, dia 21 de Setembro de 1988, ás 21:58hrs vim ao mundo.
Passam hoje 22 anos.



Obrigado Mãe. Obrigado Pai.
Este dia também é vosso.

domingo, 12 de setembro de 2010

Linkin Park - A Thousand Suns


Mais uma vez, os meus meninos lançam um novo álbum antes de começar uma nova etapa da minha vida.

Apesar de muito criticados ultimamente, este álbum mostra o que eles têm de melhor.

"A Thousand Suns" é uma mistura de "Hybrid Theory" e "Minutes to Midnight", que traz uma sonoridade diferente, com a voz do Chester (CrazyChaz) outra vez no seu melhor.

Leva-me para um espaço feliz, lembra-me dos concertos deles, da diversão que foi e lembra-me do que tenho pela frente.

Por estes e por outros motivos, vai andar em loop no meu mp3/telemóvel durante muito tempo.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

We Can Do Anything



I can be Bigger. I can be Better. I can be Stronger. I can.

I can do Anything.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Aos meus avós.

Ao longo da minha curta existência, fui sendo acompanhado por 2 pessoas, quem sabe as mais importantes de toda a minha vida: o meu avô materno e a minha avó materna.

Desde os 3 meses que cuidaram de mim, enquanto os meus pais trabalhavam, viram-me crescer, a dar o primeiro passo, a dizer a primeira palavra, um sem número de coisas.

Este post é para eles, pois foram vocês que me educaram e me transformaram no Homem com o olhar de menino que sou hoje.

Tu, Avó ensinaste-me a ouvir os outros, a lutar por aquilo que quero, a ser determinado, a ser paciente, a ser amigo. Lembro com muito carinho, as idas ás compras contigo de manhã á mercearia da rua, lembro-me de ir para a escola, e de ir a tua casa almoçar; as férias de Verão que passava com vocês na nossa bela terra: Seia.

Apesar de não ter esse nome, sei que me passaste a Força, a Perseverança, a Simpatia, a Magia, o espírito de Conquista dos Figueiredo.

Tu, Avô ensinaste-me a ler, a escrever e a contar antes de ir para a escola primária, passaste-me o teu gosto curioso pelo Mundo e pelo Saber, ensinaste-me a respeitar os outros fossem quais fossem as diferenças, o teu jeito e carinho são os meus, o teu mau-feitio, teimosia, e “brutidade” também são meus.

Tenho de ti tudo o que um Rodrigues deve ter: Teimosia, Simpatia, Conhecimento, Educação.

Cresci ao vosso lado e com vocês e dos vossos 4 netos, eu sempre fui o que está mais perto, o que está sempre presente para o bem e para o mal, nas alegrias e nas lágrimas, sempre do vosso lado.

A vocês devo a pessoa que sou hoje. A vossa educação fez de mim um Homem. Com olhar de menino apesar de estar a completar 22 anos de vida.


Obrigado. Muito Obrigado.

sábado, 28 de agosto de 2010

The Catalyst



Apresento-vos: "The Catalyst" o single de apresentação do novo álbum dos Linkin Park, a ser lançado dia 14 de Setembro de 2010, " A Thousand Suns".

Eu faço anos a 21, não sabes o que me oferecer? Mesmo???? Queres sugestões??? :p

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Desvaneios Intelectuais #8





"25 de Agosto. Uma noite muito quente. Lua Cheia.

Param o carro numa zona deserta. Alex sai do carro e senta-se no capot a observar a Lua, Rafael põe o rádio mais alto, e vai ter com ele. Dá-lhe um beijo na testa enquanto se encaixa entre as pernas dele.
Alex sorri. Olha bem fundo nos olhos verdes de Rafael e tenta ler-lhe a alma.

- Adoro-te.

Rafael cora, suspira, e diz:

- Também te adoro. Muito. És muito especial para mim. Se eu fizer uma coisa não ficas chateado comigo?
- Porque é que havia de ficar?

Rafael beija Alex profundamente, até ele ficar sem folêgo.

- Não estava á espera - diz Alex profundamente corado - Com esta Lua o teu olhar está diferente. Está mágico e brilhante.
- Já viste o teu? Já olhaste para ti? Tu brilhas! O teu olhar transborda felicidade.
- E não é para menos. Tou contigo, a noite está quente, estrelada e a Lua dá-nos luz suficiente para podermos olhar um para o outro.

- Tu quando queres consegues derreter uma pessoa sabes?

Rafael desencaixa-se das pernas de Alex, e deitam-se os dois no capot do carro a olhar para o céu.
- Sabes Rafa, acho que isto é a eternidade. Uma longa sequência de agoras.
- Agora esse que estamos os dois. Juntos.

Embrenharam-se nos lábios um do outro e fizeram amor ali mesmo. Debaixo da Lua Cheia. "

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

September



Never more is September.

Never more.

College and my birthday, hurray! xD

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Tattoo

A futura Fénix que me irá enfeitar as costas :)

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Little Tiago Boy @ Fire




"No need to hear your voice
Or see your face
To know that you are with me
No need to kiss your lips
Or hold your hand
To know that you can feel me
I know that you can feel me

When I look to the stars
I know just where you are
You're looking down upon me
(You're looking down upon me)
When I look to the stars
I know just where you are
You're looking down upon me
(You're looking down upon me)

No need to get locked up
Inside the past
I know that isn't changing
No need to let you go
Or say goodbye
I know that you'll be waiting
I know that you'll be waiting

When I look to the stars
I know just where you are
You're looking down upon me
(You're looking down upon me)
When I look to the stars
I know just where you are
You're looking down upon me
(You're looking down upon me)

On the other side!

On the other side!

I've got to
Find a way
To keep my pain from burning
Down to the bone
I've got to
Find a way!
To keep my pain from burning!
Down to the bone!
Down to the bone!

When I look to the stars
I know just where you are
You're looking down upon me
(You're looking down upon me)
When I look to the stars
I know just where you are
You're looking down upon me
(You're looking down upon me)"

Dead By Sunrise - Fire


terça-feira, 3 de agosto de 2010

Obrigado ;)


O brinde com o tão famoso (e prometido) shot!
Picture by Bushido-San

Muito obrigado a todos os que foram comemorar neste último Sábado (que se prolongou por Domingo adentro)!

Ansioso



Dexter - Temporada 5 - Estreia 26/09/2010



Grey's Anatomy - Temporada 7 - Estreia 23/09/2010

sábado, 31 de julho de 2010

Comemorações



Hoje é dia de comemorar a entrada na faculdade.

Com os amigos mais próximos e com todos aqueles que sempre me incentivaram e deram apoio para atingir este objectivo.

E claro, tenho que pagar o tão prometido shot! =D

Daqui a um mês tou quase a ser praxado e pouco depois volto a reunir esta malta toda para o meu aniversário xD

domingo, 25 de julho de 2010

Jantares

Um jantar bem regado e com bons amigos é das coisas mais sublimes do Mundo.

Tirando a bebedeira com que ficámos, efeitos colaterais de 2 garrafas de vinho, metade duma de licor Beirão, e falta de hábito em beber ;-)

Acima de tudo, uma noite muito bem aproveitada ;)

sexta-feira, 16 de julho de 2010

E....

Ser-se caloiro não se explica. Sente-se.

Estou muito feliz, saíram hoje os resultados da candidatura á Universidade Lusíada de Lisboa, e fui colocado.

Foram semanas de ansiedade, nervosismo e muita agitação.

O último passo foi dado. Estou de tal maneira feliz, que tenho um sorriso tão parvo na cara e ao mesmo tempo desato a chorar de felicidade.

Agora vamos trabalhar e estudar muito para conseguir cumprir mais um objectivo.

Obrigado a todos pelo apoio, sem vocês tinha sido mais difícil esta espera.

"Sol Lucet Omnibus"

sábado, 10 de julho de 2010

Abandono Animais





Não abandonem os vossos animais de estimação. Será o mesmo que abandonar o vosso melhor amigo.

União Zoófila
Bianca
Sociedade Protectora dos Animais
Petição Pública Contra o Fim dos Canis de Abate

sábado, 3 de julho de 2010

Brand New:



Maroon 5 - Misery


Eles exageraram no clip. Gosto da música, mas o clip é de extremos: bastante sensual e bastante sadomasoquista. Cheira-me que o Adam Levine está a revelar o seu lado oculto!



Katy Perry feat. Snoop Dog - California Gurls

Gosto muito da música, do clip nem tanto...
Uma música de Verão, bem dançante, e ela faz-me um clip com doces? Bah!




Katy Perry feat. Timbaland - If We Ever Meet Again

Gosto muito. Música e clip.


segunda-feira, 28 de junho de 2010

Apanhados @ Arraial Pride 2010


Andava eu a ver as fotos do arraial no PortugalGay, quando me deparo com esta!

Ora bem, aqui estou eu, o meu babe, e o Carlos, a falar com o nosso amigos João que estava no stand da Brussels Airlines. nem dei conta da foto...

domingo, 27 de junho de 2010

Arraial Pride 2010

Fui e gostei.
A companhia era muito boa, a organização tava muito melhor, e a buba que apanhei ajudou, a música é que podia ter sido melhor...

Até fotos com anjos nós tirámos! =D

Gostei muito de ver, cada vez mais casais heteros a passear, e a curtir.

sábado, 26 de junho de 2010

Novo desafio?



Mais um novo desafio que se aproxima, com receios á mistura, mas o que dele advém é muito bom. É muito, mas mesmo muito bom quando o nosso talento e empenho é reconhecido.

Falta só a autorização necessária, e terei mais uma tarefa em mãos, desta vez em coordenação, redacção e organização da revista da empresa em que trabalho.

Já tinha participado na mesma, através de alguns artigos, e surgiu esta oportunidade devido a uma colega ir de licença de maternidade daqui a uns tempos. Considerou-me por isso, a pessoa com o perfil mais indicado para a substituir, coisa que muito agradeço.

One more step...

sexta-feira, 25 de junho de 2010

2 anos.


Little Tiago Boy & Nobody's Bitcho @ Caldeira Velha - S. Miguel, Açores



2 anos de namoro.


Obrigado por seres quem és!

Amo-te.

Ever thine. Ever mine. Ever ours.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Linkin Park em Portugal?


"Linkin Park em Portugal Banda poderá voltar a pisar os palcos portugueses depois da sua actuação no festival Rock One o ano passado. A banda Linkin Park está em negociações para uma possivel vinda a Portugal em Novembro. Depois de ter pisado os palcos portugueses o ano passado no festival Rock One em Portimão, este ano há a possibilidade de virem cá promover o seu novo album por alturas de Novembro e o local mais falado para cobrir este concerto é o Pavilhão Atlantico."


in blitz.

Malta, já vos avisei! Se eles vierem, NÓS VAMOS!!!! =D