domingo, 25 de abril de 2010

sábado, 10 de abril de 2010

David Fonseca @ Coliseu dos Recreios -



"David Fonseca não é rapaz para chegar a um palco e limitar-se a despejar o recheio do seu disco mais recente. Aos 36 anos, o músico português usa cada vez mais as suas canções - cuidadas, ricas em melodia, muitas vezes de um optimismo radiante - para construir um espectáculo "maior que a vida", onde as surpresas espreitam a cada instante e as músicas, próprias e alheias, chegam a funcionar como alçapões para atingir outros níveis e outras artes: o cinema, a representação, a fotografia.

Foi assim em 2008, na estreia de David Fonseca no Coliseu de Lisboa, em ambicioso concerto retratado no DVD Dreams In Colour , e foi assim ontem à noite, na primeira apresentação lisboeta do espectáculo alicerçado no álbum Between Waves , quarto a solo do ex-Silence 4. Em comparação com o concerto de há dois anos, contudo, algumas diferenças saltam à vista: com a duração de duas horas, o espectáculo respira agora melhor. As curtas-metragens exibidas entre canções, em 2008, conquistavam pelo factor surpresa mas acabavam por quebrar um pouco o ritmo do concerto. Ontem à noite, as maiores surpresas cénicas ficaram reservadas para o explosivo encore (já lá vamos); até então, o que um Coliseu dos Recreios cheio pôde ver e aplaudir foi uma bela sucessão de momentos altos, quase todos correspondentes ao forte repertório de que David Fonseca já se vai podendo orgulhar, e que lhe permite oferecer aos fãs um alinhamento praticamente em regime de "best of".

A festa começou mesmo antes do pano que tapava o palco cair de uma penada só. Pet Shop Boys, Culture Club, New Order e outras eminências da pop dos anos 80 entretiveram a plateia e deram o tom a uma noite muito marcada pela paixão de David Fonseca por aquela década. Quando muitos entoavam já, distraidamente, "I Want To Break Free", a voz de Freddie Mercury deu lugar aos graves esculpidos da estrela da noite que, atlético e elegante como sempre, fez a ponte entre o êxito dos Queen e "Walk Away When You're Winning", uma das melhores canções do novo álbum e uma abertura de concerto alegre e energética.

No seu figurino tradicional (jeans, t-shirt e blazer mais All Stars - que diria a desconcertante celebridade da internet nacional, Katyzinha? ), David Fonseca impressiona pela forma como respira saúde e ambição: além de uma banda polivalente, o homem de Leiria conta com a segurança de ecrãs led que replicam as letras ou os títulos das canções, tendo ainda espalhado pela sala numerosas bolas de espelhos, como que assinalando que, apesar dos corações ao alto, a noite era de festa. Foi assim na gaguejante "Owner of Her Heart" e na delicodoce "A Cry 4 Love", dois bons momentos de Between Waves apresentados no começo do concerto, mas também nas delicadas "Kiss Me, Oh Kiss Me", bonita balada de Dreams In Colour brindada com afinadíssimo coro popular, ou em "Someone Who Cannot Love", primeiro single de sempre de David Fonseca fora dos Silence 4 e ainda hoje uma das músicas mais celebradas pelo público.

O legado daquela que foi uma das mais bem sucedidas bandas portuguesas de sempre é, de resto, encarado com algum humor pelo seu antigo líder: após a esfuziante "Our Hearts Will Beat As One", a transbordar de adrenalina e romantismo vitaminado, David Fonseca mexeu na "ferida" do passado e referiu uma data mágica para muitos aficionados: 1998, ano do marcante concerto dos Silence 4 na Expo. No entanto, os acordes de "Borrow", êxito da sua primeira banda, dão lugar a uma versão galhofeira de "Fire Water Burn", dos Bloodhound Gang, para risota de uns e desconsolo de outros tantos. Mais à frente, "Angel Song", que David Fonseca revelou ter escrito sentado na cama da avó, quando ainda mal sabia tocar guitarra, saciou as saudades dos Silence 4 e foi mesmo um dos momentos mais emocionais da noite.

Eis um artista, porém, que não precisa de sacar dos trunfos do passado para vingar no presente. Músicas como "Stop 4 A Minute", "Superstars II", "The 80's" ou "This One's So Different" gozam não só de um carisma pop à prova de bala como da forte teatralidade que o dono lhes empresta. Porventura inspirado pela lascividade do respectivo vídeo, em "Stop 4 A Minute" ( a fazer lembrar os Kinks ) o cantor protagonizou uma "invasão de plateia", cantando junto de espectadores que não hesitaram em registar o momento com as câmaras dos telemóveis. Gatinhando pelo palco no final dessa canção, saltando a pedido dos admiradores ou atirando a sua própria câmara fotográfica para a multidão, David Fonseca teve sempre o público na mão, suspenso das suas canções e de surpresas como a aparição de Rita Redshoes para dois duetos. Em "Dirty World", dos Traveling Wilburys, e "Hold Still", a antiga pianista da banda de David Fonseca, agora substituída por Francista "Minta" Cortesão", mostrou-se mais desenvolta e sensual do que a conhecíamos, deixando antever coisas boas para o segundo álbum, prestes a chegar.

Outra das chaves do sucesso de David Fonseca, ontem à noite, passou pelo regresso criterioso à década que o une a boa parte do auditório: os anos 80, pois claro, tratados com carinho e respeito nas versões de "Time After Time" e "Girls Just Want To Have Fun", de Cindy Lauper, e "Everybody's Gotta Learn Sometimes", dos Korgis. Mas os momentos mais bizarros estavam, sem dúvida, guardados para a "sobremesa": no derradeiro regresso a palco, a banda apareceu de robe de "boxer" e mascarilha posta e, para espanto de todo o Coliseu, David Fonseca, nos mesmos preparos, "teletransportou-se" para o camarote presidencial, de onde comandou uma verdadeira "rave" tecno inspirada em "Raging Light", de sua autoria. Depois desta explosão de hedonismo, que alguns espectadores compararam a uma noite em Ibiza, "Silent Void" e alguma pirotecnia fizeram correr, de vez, o pano sobre o inatacável espectáculo de um dos maiores trabalhadores da pop portuguesa.

David Fonseca no Coliseu de Lisboa, 9 de Abril: alinhamento
Walk Away When You're Winning
Owner of Her Heart
Everybody's Gotta Learn Sometime
A Cry 4 Love
Morning Tide (I Just Can't Remember)
Kiss Me, Oh Kiss Me
Time After Time
Someone Who Cannot Love
Gelado de Verão (Humanos)
Our Hearts Will Beat As One
Sorrow/The Roof Is On Fire
Stop 4 A Minute
There's Nothing Wrong With Us
Superstars II
Dirty World
Hold Still
Girls Just Wanna Have Fun
The 80's
It's Just A Dream
Angel Song
U Know Who I Am
(Baby) All I Ever Wanted
This One's So Different
This Raging Light
Silent Void

Texto de: Lia Pereira
Fotos de: Rita Carmo/Espanta Espíritos"

2 anos depois do concerto que nos levou ao Coliseu dos Recreios, aquando da Dreams In Colours Live Tour, voltámos, desta vez com mais expectativas!

Não nos desiludiu, aquele que é considerado um dos maiores artistas do panorama musical Português!

Deixo-vos aqui a reportagem da Blitz, sobre ontem á noite.

Aqui fica o link do concerto mágico de 2008.

Kisses & Hugz
Little Tiago Boy

sábado, 3 de abril de 2010

O Regresso!


Foto tirada na Caldeira Velha, S. Miguel, Açores.
A água normalmente é quente, mas com a chuva dos dias anteriores, estava completamente gelada!
Eu estou atrás com calções de banho laranja, e á frente o meu munino.




Caros bloguistas!

As minhas mais sinceras desculpas por não vir aqui desde o ano passado, mas para além de não haver inspiração por estas bandas, o tempo não abunda!
Espero que a vossa passagem de ano tenha sido boa, e que até á data, 2010 tenha sido tão bom para vocês como para mim.

Ora bem, para além de aulas quase todos os dias, trabalho a dar com um pau, e quase não ter tempo para me coçar, tenho (tentado) aproveitar o tempo livre para estar com o meu munino xD

No trabalho as coisas vão de bem a melhor, estivémos em época de avaliações, e a minha foi muito boa, a nível monetário e a nível avaliativo, inclusive estou a fazer um "estágio" nos R.H. lá do sítio.

As aulas, estão a compensar, e por este lado, já se pensa em faculdade! Gestão de Recursos Humanos na Universidade de Lusíada de Lisboa, e não se fala mais nisso!

Entretanto, tive de férias em Fevereiro com o meu menino, por alturas do aniversário dele, e lá fomos nós para as belas ilhas de Bruma. Uma semaninha que soube que nem ginjas!!!!

Para a semana, o meu caro David Fonseca, volta ao Coliseu de Lisboa, para mais um concerto de arrebatar o público. Espera-se chuva de corações como em 2008! =D~

Kisses & Hugz,
Little Tiago Boy