sábado, 24 de janeiro de 2009

Alexandre & Miguel #2

Miguel olha para o céu, e suspira. Eram completamente estranhos, conversavam há cerca de duas semanas pela net, mas era a primeira vez que estavam frente a frente, e apesar de estar a adorar a companhia de Alexandre, tinha medo de se magoar, mas acima de tudo, de o magoar.

Suspirou. O tempo o dirá.

- Espero que não fiques chateado por te ter beijado. Não faço a mínima ideia porque tive essa reacção, acho que foi por não ouvir nada desse género há já algum tempo….

- Não faz mal. A sério, só tenho medo, é que isto está a ser muito rápido para mim, e tenho medo que ambos saiamos magoados no meio disto tudo.

- Eu também tenho medo Miguel. Muito mesmo, mas sempre ouvi dizer que quem não arrisca não petisca, e ainda outro dia, ouvi nas notícias, que os relacionamentos que começam on-line, duram mais tempo…

- Eu também vi isso, desmanchei-me a rir no metro. Enfim, vamos para o restaurante que eu tou a ficar com fome?

- Sim, vamos. Tu estás com fome, e eu com fome e a ficar com frio.

- Anda cá que eu te aqueço.

Miguel coloca os braços a volta de Alexandre, e abraça-o com força. Alexandre não sabe o que fazer, Miguel é tudo o que ele sempre sonhou num homem, tanto fisicamente, como psicologicamente. Sente, que se algo correr mal esta noite, perderá Miguel rapidamente, e ele não quer isso.

Vá, vamos lá embora. Eu vou á frente, para te indicar o caminho ok?

Ambos entram no carro. Alexandre arranca, liga o auricular bluetooth, e liga á sua melhor amiga.

- Alexandreeeeeeeeeeeeee!!!! Tava a ver que nunca mais me dizias nada!!

- Ai Rita, preciso da tua ajuda… Ele é lindo! A todos os níveis, temos tanta coisa em comum… Nem te passa…

- Então mas já lhe saltaste em cima?

- Ah porca, mas tu só pensas nisso?

- Não é isso parvo! Tu só sabes se gostas realmente dele, depois de estarem em momentos mais íntimos, até lá não sabes como funcionam os vossos corpos… Sabes lá se não tem uma pilinha de 5 cm?

- Isso garanto-te que não têm… Ele á bocado agarrou-me por trás, e eu senti uma coisa bem dura, e nada pequena…

- Ah javardão! Mas agarrou-te por trás porque?

- Porque eu disse-lhe para se colar bem atrás de mim, para eu lhe indicar o caminho para o restaurante onde vamos agora…

- Ah! E ele armou-se em Chico esperto, e tufas! E o que fizeste tu?

- Opah, ele quando me agarrou, sussurrou ao ouvido, que agora que me tinha encontrado, não me ia perder, e eu olha, perdi a cabeça e beijei-o, foi uma sensação tão boa…

- Ai babe! Fico tão feliz por ti!!! Mas agora vai lá jantar com ele, que a minha sobremesa tá a sair agora do banho!!! (risos) Por falar nisso, será que sobre a mesa da cozinha é bom?

- Ai de ti!!! Nunca mais janto em tua casa!!! Beijinhos! Diverte-te e manda um abraço meu ao Rui.

- Okay. Serão entregues! Manda um beijinho meu ao Miguel. (Ruiiiiiiiiiii anda cá que eu tenho uma surpresa para ti)

Alexandre desliga e ri-se. Só mesmo a Rita para o animar um pouco.

Enfim, agora estavam a chegar ao restaurante, ele logo ia ver como corria a noite.

2 comentários:

A... disse...

Ahaha! Gostei bastante!

LusoBoy disse...

"Isso garanto-te que não têm… Ele á bocado agarrou-me por trás, e eu senti uma coisa bem dura, e nada pequena…"

LOOOL, há que estar atento aos pormenores XD.