quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Alexandre & Miguel #1

Isto que se segue, é algo que comecei á escrever há alguns dias, vou tentar vir aqui para manter a história sempre actualizada, mas para isso é preciso que a inspiração também venha ;)


Alexandre & Miguel


"O sol punha-se na praia da Adraga.

Junto á beira-mar, Alexandre e Miguel passeavam, conversando alegremente enquanto observavam ao mesmo tempo, aquele lindo pôr do Sol de Agosto, tinham acabado de se conhecer, mas já tinham descoberto, que gostavam do mesmo tipo de música, que tinham visto os mesmos filmes, que gostavam de ir aos mesmo sítios, e que gostavam de fazer as mesmas coisas, e a cumplicidade não tardou a nascer…

- O pôr-do-sol, nesta altura do ano, é tão lindo, não achas Miguel?

- Acho, mas não te esqueças que o sítio onde estamos, também é mágico… Tudo nesta praia respira magia, não te sei explicar o porque. Mas sempre que cá venho sinto isso, inclusive, se esperares mais um pouco, quando o Sol tocar na água, poderás ouvi-la a ferver! – Riu-se.

- Parvo! Olha, bem sei, que só nos conhecemos pessoalmente hoje, mas estou a gostar bastante da tua companhia, que me dizes de irmos jantar a algum lado, e depois irmos tomar café?

- Digo-te que sim! Tens algum sítio em mente?

- Lembrei-me que podíamos ir a um restaurante japonês muito bom, que eu conheço em Cascais, gostas de sushi e afins?

- Parece-me bem! Leva o teu carro á frente para me indicares o caminho, ok? – Perguntou Miguel a Alexandre.

- Ok! Cola-te bem atrás de mim, e não me percas de vista.

Com a cumplicidade, mas também algum desejo, que tinha surgido durante o dia, Miguel aproximou-se por trás de Alexandre, puxou-o pela cintura e sussurrou-lhe ao ouvido, enquanto o último raio de sol se mostrava:

- Agora que te encontrei, não te vou perder assim tão facilmente de vista!

Alexandre, completamente derretido, vira-se de frente para ele, e completamente corado, beija-o nos lábios, ignorando todas as pessoas que se encontram por perto. Miguel cora, não estava á espera desta reacção, pelo menos, não tão cedo, sentia-se bem na companhia dele, mas tinha medo. Medo de sofrer, medo de lhe causar dor, medo deste sentimento que estava a começar a sentir, a atracção, o desejo, o carinho que começava a crescer por Alexandre.

(continua)


Kisses & Hugz

Little Tiago Boy


4 comentários:

Algbiboy disse...

bonitaaaaaaaa, espero é que não te desleixes e venhas ca continuar...
Abração grande
Miguel

pedropina disse...

" - Agora que te encontrei, não te vou perder assim tão facilmente de vista!"

LusoBoy disse...

Ai, agora deu-me aquela saudadita de escrever lol. Quero a continuação desta história ;).

Pralaya disse...

Hummm,
praia da Adraga....
será que isso me faz lembrar algo...
porque será que aparece sempre o sitio mais lindo e mais tragico que eu conheço....