domingo, 10 de agosto de 2008

Filho do Mar


"Eu gosto do jeito inocente que vive distante naquele lugar...
Onde os gestos confundem as palavras difíceis de explicar.
Tu ficas no silêncio do escuro,
Guardada no canto ouvindo segredar,
Com as estrelas convictas de que um dia os ventos vão amainar.

E deixa o vento falar
E deixa o tempo mostrar
Que os Oceanos vão chamar
Filha do Mar.
E deixa o vento falar
Deixar o tempo pensar
Que os Oceanos vão chamar
Filha do Mar
Filha do Mar...

Existe um vulcão adormecido
Que outrora a lava tentou devorar
Onde a paisagem contempla as vidas de quem teve medo de naufragar...
Mora dentro do teu peito um amor solitário que tarda em voltar. Vai desvendando promessas, enganos sem nunca os condenar.

E deixa o vento falar
E deixa o tempo mostrar
Qee os Oceanos vão chamar
Filha do Mar.
E deixa o vento falar
Deixar o tempo pensar
Que os Oceanos vão chamar
Filha do Mar
Filha do Mar "

Para mim. Para ti.
Desde sempre que digo que sou o filho do mar, mas não sou o único. Pelos vistos somos os dois.
Amo-te sim?
Falta pouco.
Muito pouco.
A partir do momento em que te tiver nos meus braços, nunca mais te largo.

Kisses & Hugz
Little Tiago Boy

Sem comentários: